“Jatene é o homem da vanguarda do SUS”, diz Alckmin

  • Por Jovem Pan
  • 15/11/2014 15h10

Aos 85 anos, o médico e ex-ministro da Saúde Adib Jatene morreu na noite desta sexta-feira (14), em São Paulo. Jatene sofreu um infarto agudo do miocárdio, o terceiro em dois anos. Ele estava internado no Hospital do Coração na capital paulista, onde ocorre o velório a partir das 9h deste sábado (15).

A repórter JOVEM PAN Izilda Alves entrevistou o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que lamentou a morte de Jatene. “Foi uma grande perda para São Paulo, Brasil e para a ciência. Jatene era um homem de muitas frentes de trabalho: um grande cirurgião, fez a primeira ponte de safena do Brasil, um grande professor da escola de cirurgiões cardíacos, grande cientista, pesquisador, e ao mesmo tempo comprometido com a saúde pública”, enumerou ele.

Segundo o governador, um dos trabalhos mais importantes do médico foi no Sistema Único de Saúde. “É o homem da vanguarda do SUS, para garantir a saúde pública de qualidade. Essa foi sua luta de décadas”, concluiu. 

O governador também comentou a Operação Lava Jato, que está na da sétima fase e realizou a prisão de 20 pessoas na madrugada desta sábado (15). “Eu acho que toda toda sociedade quer a apuração rigorosa, a busca da verdade e punição. Ou o Brasil acaba com a impunidade ou a impunidade vai acabar com a política. É um momento histórico importante”. Confira no áudio a declaração completa de Alckmin.