Jihadistas obrigam cerca de 600 mil civis iraquianos a fugir de suas casas

  • Por Agencia EFE
  • 10/08/2014 11h43

Bagdá, 10 ago (EFE).- Os jihadistas do Estado Islâmico (EI) forçaram a fuga de cerca de 600 mil civis pertencentes a minorias étnicas e religiosas de seus lares no norte do Iraque, afirmou neste domingo um deputado iraquiano em Bagdá.

“Cerca de de 150 mil membros do grupo étnico shabak, 250 mil turcomanos e 200 mil seguidores do credo yazidi foram forçados pelos grupos terroristas a se deslocar”, disse o deputado da província setentrional iraquiano de Ninawa, Henin al Qedu, em entrevista coletiva.

Uma fonte local de Sinjar, no norte de Ninawa, assegurou à Agência Efe que combatentes do EI executaram nos últimos dias centenas de yazidis por rejeitar se converter ao islã. EFE