John Kitzhaber renuncia a cargo de governador de Oregon

  • Por Agencia EFE
  • 13/02/2015 21h29

Seattle (EUA), 13 fev (EFE).- Diante da pressão da imprensa americana e até de seus companheiros de partido, o democrata John Kitzhaber, governador de Oregon (Estados Unidos), apresentou sua renuncia ao cargo nesta sexta-feira, por causa da sucessão de escândalos em ele e sua mulher se envolveram.

Em um comunicado, Kitzhaber renunciou ao cargo que ocupou durante 14 anos e um mês, justamente no inicio de seu quarto mandato, que acabara de assumir após ter sido reeleito nas eleições de 4 de novembro de 2014.

“Peço desculpas a todas as pessoas que depositaram sua fé, tempo, energia e recursos para que eu fosse reeleito e às que me apoiaram durante as últimas três décadas. Prometo que permanecerei tentando alcançar nossos objetivos compartilhados e nossa causa comum, agora de outro lugar”, declarou Kitzhaber em sua nota de despedida.

“É muito alarmante para mim que uma pessoa possa ser acusada, julgada e condenada pela imprensa”, disse o ainda governador.

Kitzhaber e sua equipe são acusados de terem criado ou permitido a criação de trabalhos “ad hoc” para a primeira-dama, Cylvia Hayes, que já havia se envolvido em outros escândalos antes mesmo das eleições de novembro. Hayes foi assessora do governo de Oregon durante o terceiro mandato de Kitzhaber, trabalhando com questões relacionadas à energia limpa e ao desenvolvimento econômico, um cargo não remunerado, mas com o qual supostamente obteve benefícios pessoais e conseguiu contratos para sua empresa de consultoria, a 3E Strategies.

A renúncia de Kitzhaber será efetivada na próxima quarta-feira, quando a atual secretária de estado de Oregon, Kate Brown, assumirá o cargo. Brown será a primeira governadora abertamente bissexual da história dos Estados Unidos. EFE