José Graziano é reeleito diretor-geral da FAO com recorde de votos

  • Por Agencia EFE
  • 06/06/2015 14h05

Roma, 6 jun (EFE).- O brasileiro José Graziano da Silva foi reeleito neste sábado diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), com sede em Roma, com o maior número de votos da história do organismo.

Graziano foi eleito com 177 votos dos 182 possíveis, após a cerimônia de abertura da 39ª Conferência da FAO.

Após conhecer o resultado, Graziano, que era o único candidato a presidir o organismo, agradeceu aos participantes a confiança demonstrada e confessou estar surpreendido por “um respaldo tão grande”.

O brasileiro, oitavo diretor-geral desde a fundação da organização em 1945, começará seu segundo e último mandato – os diretores-gerais só podem exercer dois mandatos consecutivos – em 31 de julho e continuará até o mesmo mês de 2019.

Graziano foi eleito pela primeira vez em junho de 2011, quando venceu por uma diferença de apenas quatro votos o ex-ministro das Relações Exteriores espanhol, Miguel Ángel Moratinos. EFE