Jovens de 16 e 17 anos roubam veículo e são mortos em perseguição

  • Por Jovem Pan
  • 19/08/2015 07h52
SÃO PAULO,SP,19.08.2015:PERSEGUIÇÃO-POLICIAL - Dois suspeitos em um carro roubado são mortos durante perseguição policial na Avenida Inajar de Sousa, na Brasilândia, Zona Norte de São Paulo (SP), na noite desta terça-feira (18). A dupla não obedeceu a ordem de parada e começaram a atirar. No revide, um deles morreu no local, e outro no Hospital Vila Nova Cachoeirinha. Nenhum policial se feriu. (Foto: Nivaldo Lima/Futura Press/Folhapress)Polícia inspeciona local onde os dois menores foram mortos em troca de tiros com a polícia

Menores morrem em troca de tiros com PMs após roubo de veículo, perseguição e acidente na Zona Norte de São Paulo. Os adolescentes, de 16 e 17 anos, estavam com um comparsa quando atacaram uma motorista por volta de 21h30 desta terça-feira (18).

Ocupando um veículo branco e armados com revólveres, eles abordaram uma pessoa em um trecho de serra da Estrada Santa Inês, no Jardim Peri. Dominada, a mulher teve de entregar o veículo, um Corsa Classic preto, e outros pertences, mas foi deixada no local, uma área escura e isolada.

Depois de muitos pedidos, ela conseguiu que um motorista parasse e foi levada até uma base da PM, onde denunciou o roubo. As informações foram repassadas pelo rádio, até que uma equipe da Força Tática cruzou com o GM na Rua Afonso Lopes Vieira, na Vila Dionísia.

Dois dos ladrões ocupavam o veículo, e o que dirigia não atendeu à ordem de parar, dando início à fuga. A perseguição seguiu até o final da Avenida Inajar de Souza, no encontro com a Avenida Arquiteto Roberto Aflalo.

Ali, o Corsa colidiu contra um tubo de concreto para rede de esgoto em uma obra do Rodoanel, e os dois menores teriam descido atirando contra os policiais.

No revide, ambos foram baleados, e um deles morreu na hora; o outro chegou a ser levado para o Hospital da Cachoeirinha,mas também não resistiu.

Um dos disparos efetuados pelos suspeitos atingiu a viatura do Quadragésimo Sétimo Batalhão, mas nenhum dos policiais ficou ferido.

Os dois revólveres calibre 38 apreendidos com a dupla foram entregues à equipe do Departamento de Homicídios que assumiu o caso.

Informações do repórter JP Paulo Edson Fiore