Kim Jong-un é anunciado presidente do partido único da Coreia do Norte

  • Por Estadão Conteúdo
  • 09/05/2016 11h11
Líder norte-coreano Kim Jong-un assina ordem para o teste da bomba de hidrogênio

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, foi nomeado, nesta segunda-feira (6), como presidente do Partido dos Trabalhadores, durante o primeiro congresso do partido único do país em 36 anos. O anúncio, feito pelo chefe de Estado da Coreia do Norte, Kim Yong-Nam, tem como objetivo reforçar a liderança de Jong-un.

O anúncio foi realizado durante uma coletiva de imprensa com os jornalistas estrangeiros, que durou cerca de 10 minutos. Uma banda militar tocou uma música que é usada sempre quando o líder norte-coreano aparece em público. Kim caminhou para o palco, enquanto era ovacionado por milhares de delegados assistentes. Os séquitos gritavam, em uníssono, “Mansae! Mansae!”, desejando a Kim vida longa.

O ditador já era chefe do partido, mas detinha-o com o título de primeiro-secretário. Seus predecessores continuaram com seus cargos. Kim Jong Il continua a ser o “eterno secretário-geral” e Kim Il Sung ainda é o “eterno presidente”.

O evento, divulgou os sucessos de Kim à frente dos testes nucleares e anunciou melhorias econômicas prometidas para impulsionar o padrão de vida da população.