Liberada a Marginal Pinheiros após ser retirada carreta que espalhou açúcar

  • Por Jovem Pan
  • 23/11/2015 08h08
SÃO PAULO,SP,23.11.2015:ACIDENTE-SP - Carreta tomba e espalha carga de 30 toneladas de açúcar a granel na pista expressa da Marginal Pinheiros, sentido Interlagos, altura da ponte Cidade Universitária, em São Paulo (SP), na madrugada desta segunda-feira (23). Segundo o motorista, que não se feriu no acidente, ele foi fechado por outro veículo e, ao evitar a colisão, acabou provocando o tombamento da carreta. (Foto: Nivaldo Lima/Futura Press/Folhapress)Carreta tomba e espalha 30 toneladas de açúcar a granel na Marginal Pinheiros

Todas as faixas da Marginal Pinheiros, sentido Interlagos, foram liberadas após a via expressa ter sido totalmente fechada na altura da Ponte Cidade Universitária, na manhã desta segunda-feira (23).

O motivo é um acidente com uma carreta, que tombou sob a ponte, espalhando uma carga de 30 toneladas de açúcar a granel. Segundo o motorista, que não se feriu no acidente, ele foi fechado por outro veículo e, ao evitar a colisão, acabou provocando o tombamento da carreta.

A CET providenciou três guinchos para a retirada do veículo, concluída por volta das 7h10 da manhã. Então, apenas a faixa expressa da direita ficou fechada para os trabalhos de limpeza. Às 9h40, todas as faixas da Marginal foram liberadas. O acidente da manhã, no entanto, ainda provoca reflexos no trânsito.

Por conta do acidente, a CET chegou a desviar o trânsito para a pista local nas proximidades da ponte, e houve registro de lentidão. Às 10h29, a lentidão na Marginal Pinheiros sentido Interlagos ainda era de 9,6 km, mas com tendência de baixa. Os principais pontos de congestionamento eram da Cidade Universitaria até a Castelo Branco (na via expressa) e do Jaguaré até a Castelo Branco (na pista local).

O caminhoneiro saiu de Ribeirão Preto, no Interior, e seguia para Santos, no litoral do Estado. A carga de açúcar se espalhou pela pista, e a CET providenciou dois tratores para removê-la para o canteiro central.

Com informações dos repórteres Paulo Edson Fiore, Tiago Muniz e CET