Líder da Al Qaeda no Iêmen é morto em suposto ataque de drone, diz CNN

  • Por Reuters
  • 15/06/2015 21h41
Al Qaeda

O líder iemenita da Al Qaeda na Península Arábica (AQAP), Nasser al-Wuhayshi, que já foi um colaborador próximo de Osama bin Laden, morreu em um suposto ataque de drones dos Estados Unidos, afirmou a emissora CNN nesta segunda-feira, citando duas autoridades nacionais de segurança no Iêmen.

Se confirmada, a morte seria um grande golpe para um dos ramos mais ativos da rede fundada por Bin Laden que reivindicou o ataque contra um jornal satírico francês e planejou complôs contra companhias aéreas internacionais.

A CNN afirmou que o ataque com veículos aéreos não tripulados ocorreu na sexta-feira da semana passada na região de Hadramout, no leste do Iêmen.

A Reuters não pôde confirmar a notícia de forma independente, mas alguns apoiadores do grupo publicaram mensagens de luto nas redes sociais.

“Nasser al-Wuhayshi, que Deus o aceite”, escreveu um seguidor identificado como Abu Gandi no Twitter.

Os EUA estão averiguando a informação da morte dele, disse uma autoridade norte-americana sob condição de anonimato, se recusando a comentar sobre qualquer possível envolvimento dos EUA.

O Exército dos EUA não estava envolvido em qualquer ataque, disse uma segunda autoridade. Não ficou claro se a Agência Central de Inteligência (CIA) pode ter conduzido um ataque.