Líder de principal partido opositor de Taiwan busca presidência da ilha

  • Por Agencia EFE
  • 15/02/2015 09h11

Taipé, 15 fev (EFE).- A presidente do Partido Democrata Progressista (PDP), Tsai Ing-wen, se inscreveu neste domingo para participar das eleições primárias de partido em busca da candidatura opositora para o pleito presidencial de 2016.

Única a se inscrever, Tsai é a virtual candidata de seu partido, já que o restante dos presidenciáveis de seu partido político, incluindo o ex-presidente do PDP Su Tseng-chang e o prefeito de Taiwan, Lai Ching-te, anunciaram que não concorrerão com ela.

A política taiuanesa, que já foi candidata presidencial do independentista PDP em 2012, disse que esperava que o povo taiuanês a desse a oportunidade de fazer um sistema político transparente e um novo começo para Taiwan.

“Taiwan precisa de uma nova alternativa e cultura política de transparência, integridade, tolerância e participação popular”, disse Tsai.

A presidente do PDP prometeu construir um governo “transparente e limpo” capaz de proteger com força a soberania de Taiwan, em referência à disputa de soberania da ilha com a China.

Levando em conta o forte desgaste sofrido pelo atual presidente Ma Ying-jeou e seu Partido Kuomintang, após sete anos de governo e sob apoio popular ao Governo mostrado nas pesquisas e nas últimas eleições locais de novembro de 2014, Tsai começará como favorita ao pleito presidencial de 2016.

Do lado governista, os possíveis candidatos são o prefeito de Nova Taipé, Eric Chu Li-luan, o ex-prefeito de Taipé Hau Lung-pin, o presidente do parlamento Wang, Jin-pyng e o atual vice-presidente Wu Deem-yih.

As eleições presidenciais e parlamentares de Taiwan serão realizadas juntas no início de 2016, antes do dia 19 de abril, mas as datas das votações ainda não foram estabelecidas. EFE