Líder houthi diz que solução política no Iêmen segue disponível e viável

  • Por Agencia EFE
  • 02/08/2015 17h56

Sana, 2 ago (EFE).- O líder do movimento xiita rebelde do Iêmen, Abdul Malik al Houthi, afirmou neste domingo que a solução política ao conflito que o país vive desde setembro do ano passado ainda está “disponível e viável”, apesar dos progressos realizados pelas forças pró-governo no território.

“Agradeço todos os esforços de qualquer uma das partes árabes, neutras ou internacionais para conseguir uma solução ao conflito armado”, disse ele em discurso transmitido pelo canal “Al Masira”, filiada aos rebeldes.

Em um pronunciamento de mais de uma hora, ele pediu aos partidários dos houthis a se unirem às frentes de batalha e a se formarem nos campos de treinamento dos rebeldes.

Al Houthi considerou que a derrota sofrida em Áden pelos rebeldes foi um “fato isolado” causado pela ausência de muitos combatentes que “estavam visitando suas famílias durante as férias do fim do Ramadã”.

“Um erro nosso não significa que vocês (Riad) tenham obtido a vitória final”, advertiu ele à Arábia Saudita, que lidera a coalizão árabe que bombardeia os houthis no Iêmen.

Em 17 de julho, o governo iemenita anunciou em Riad a libertação da cidade de Áden, tomada pelos rebeldes e informou o envio de uma delegação ministerial para preparar a volta do Executivo ao Iêmen. Ontem, o primeiro-ministro Khaled Mahfuz Bahah chegou a Áden vindo da Arábia Saudita, para retomar suas funções no governo. EFE