Londres trabalha para verificar execução do refém britânico pelo EI

  • Por Agencia EFE
  • 13/09/2014 20h16

Londres, 13 set (EFE).- O Ministério das Relações Exteriores britânico afirmou neste sábado que trabalhava “com urgência para verificar” um vídeo supostamente divulgado pela organização jihadista Estado Islâmico (EI) que mostra a decapitação do voluntário britânico David Haines.

“Tomamos conhecimento do vídeo e estamos trabalhando com urgência para verificar seu conteúdo”, afirmou um porta-voz do Foreign & Commonwealth Office sobre a suposta execução de Haines, de 44 anos, que foi sequestrado em março do ano passado. EFE