Machismo ainda é principal responsável por casos de violência contra a mulher

  • Por Jovem Pan
  • 04/12/2014 09h14

Após oito anos da criação da Lei Maria da Penha, a cultura machista ainda é a principal responsável por casos de violência contra a mulher no Brasil. Uma pesquisa do Instituto Avon e Data Popular disse que 66% das jovens de 16 a 24 anos sofreram algum tipo de violência ou controle em relacionamentos.

O levantamento revela que 78% das entrevistadas relataram ter sido assediadas, seja com cantadas ofensivas em baladas ou no transporte público. O vice-coordenador do Núcleo de Diversidades da USP, Ferdinando Martins, disse que o machismo está intrínseco no consciente da população.

*Ouça os detalhes no áudio

Segundo o levantamento, 43% das jovens relatam já ter presenciado episódios de violência contra a mãe dentro de casa. A professora de Direitos Humanos da PUC, Flávia Piovesan, disse a Anderson Costa que o silêncio das vítimas prejudica a identificação de novos casos.

Entre as atitudes agressivas estão xingar, empurrar, ameaçar, dar um tapa, impedir de sair, humilhar em público e obrigar a fazer sexo sem vontade. Segundo o levantamento, 51% das mulheres admitem que deram a senha do celular para o parceiro e 46 por cento a senha do Facebook.