Mãe e filho sobrevivem cinco dias na selva colombiana após acidente aéreo

  • Por Agencia EFE
  • 24/06/2015 22h03

Bogotá, 24 jun (EFE).- Uma mãe e seu filho, um bebê de um ano, foram encontrados nesta quarta-feira praticamente ilesos pelas equipes de resgate colombianas após sobreviverem ao acidente de um avião que caiu em uma área de selva do departamento de Chocó e passar cinco dias no meio da floresta, informaram fontes militares.

O avião em que viajavam, um bimotor Cessna 303, caiu no sábado passado quando voava entre Quibdó, capital departamental, e Nuquí, uma cidade turística localizada a margens do oceano Pacífico, segundo um comunicado da força aérea da Colômbia.

Desde o momento que a aeronave desapareceu, a força aérea acionou um avião de busca e resgate que sobrevoou a área onde se suspeitava que tinha caído.

Durante os trabalhos de busca as equipes de resgate localizaram o avião assim como o corpo do piloto, capitão Carlos Mario Ceballos, e continuaram a procurar os outros três ocupantes: a mulher, identificada como María Nelly Murillo, seu bebê de um ano e outra criança sobre a qual não foram informados detalhes.

Hoje, após cinco dias perdidos nas selvas do Chocó, uma das regiões mais chuvosas do planeta e com uma fortíssima presença das guerrilhas Exército de Libertação Nacional (ELN) e das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), as equipes de resgate acharam os dois sobreviventes.

A mulher tem diferentes ferimentos e queimaduras leves, enquanto seu filho está aparentemente ileso.

Após a odisseia de cinco dias pelas agrestes selvas colombianas, mãe e filho foram transferidos pelas autoridades a instalações médicas de Quibdó para passar por uma bateria completa de exames. EFE

gdl/rsd