Maioria dos britânicos apoia reduzir número de imigrantes, diz pesquisa

  • Por Agencia EFE
  • 07/01/2014 09h59

Londres, 7 jan (EFE).- Mais de três quartos dos cidadãos britânicos são favoráveis a reduzir o número de imigrantes que chegam para viver no Reino Unido, segundo uma pesquisa divulgada nesta terça-feira.

De acordo com o levantamento estatístico anual “British Social Attitudes”, que será mais detalhado em um documentário transmitido nesta noite pela “BBC”, chamado “A verdade sobre a imigração”, 56% dos participantes da pesquisa se mostraram a favor de frear intensamente a imigração.

Quase metade dos indagados, 47%, opinou que a imigração é ruim para a economia nacional.

Os resultados também apontam que entre 31% dos cidadãos que opinaram que a imigração é boa para a economia britânica, metade deles se mostrou, igualmente, a favor de reduzir seu número.

A imigração é uma das bandeiras do governo de David Cameron, que prometeu que reduzirá a chamada emigração líquida – diferença entre as pessoas que vão viver ao Reino Unido e as que saem do país – abaixo de 100 mil pessoas por ano.

No programa que a “BBC” exibirá hoje, o secretário de Estado de Negócios, Vince Cable, afirmou que os políticos devem ser “práticos” e aceitar que há um tipo de migração que não pode ser controlado.

Segundo o político liberal-democrata, o número de britânicos que entram e saem do país não é controlável e o livre movimento de cidadãos pela Europa só pode ser freado deixando a União Europeia (UE).

Por sua vez, a ministra de Interior, Theresa May, opinou que “o problema no passado consistiu em que havia esta suposição geral de que a imigração sempre era boa para a economia”.

“Não acho que os cidadãos tenham olhado por tempo suficiente para poder reconhecer o impacto que (a imigração) tem sobre os cidadãos”, disse a titular da pasta. EFE