Mais de 15 mil pessoas se filiam a Partido Trabalhista após triunfo de Corbyn

  • Por Agencia EFE
  • 13/09/2015 15h40

Londres, 13 set (EFE).- Mais de 15.000 pessoas se filiaram ao Partido Trabalhista britânico nas 24 horas seguintes à eleição do esquerdista Jeremy Corbyn como novo líder, informou neste domingo o secretário-geral da legenda, Iain McNicol.

O número de membros de pleno direito se eleva agora a 325.000 e “continua subindo”, de acordo com McNicol.

Corbyn foi designado no sábado líder do partido com 60% do apoio do eleitorado trabalhista, que chegou a 550.000 pessoas ao incluir, além dos membros tradicionais, simpatizantes que se inscreveram para participar da votação mediante o pagamento de 3 libras (cerca de R$ 18).

McNicol sugeriu hoje a estes simpatizantes que se transformem em membros de pleno direito e ajudem o partido em suas campanhas e a consolidar-se em todo o país.

Segundo os últimos dados do parlamento britânico, o Partido Conservador do primeiro-ministro David Cameron tem 149.800 membros, frente aos 61.000 do Partido Liberal-Democrata e do Partido Verde e aos 42.000 do eurofóbico UKIP.

O Partido Nacionalista Escocês (SNP), que governa com maioria na Escócia, tem 110.000 filiados, após ganhar popularidade com a realização do referendo de independência em 18 de setembro de 2014. EFE