Malásia prende 2 suspeitos de planejar atentados e possuir vínculos com o EI

  • Por Agencia EFE
  • 09/07/2015 04h45

Bangcoc, 9 jul (EFE).- As autoridades da Malásia prenderam nesta quarta-feira duas pessoas que participaram de encontros onde se planejaram ataques terroristas no país, sendo acusadas também de terem vínculo com o grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

As reuniões teriam ocorrido nas cidades de Kuala Lumpur e Selangor, ao oeste da capital, indicou o site da emissora “Channel News Asia”, que citou um comunicado divulgado pela polícia local.

Segundo as autoridades, um dos presos, de 31 anos, retornou à Malásia após ter sido ferido enquanto combatia junto às milícias do EI na Síria.

O segundo detido, de 28 anos, foi instruído a planejar ataques contra locais de entretenimento e lugares de interesse para o Ocidente por membros do grupo jihadista na Europa.

Além das prisões, a polícia apreendeu na operação realizada em Kuala Lumpur materiais e livros com ideologia extremista.

Mais de cem pessoas já foram presas na Malásia suspeitas de colaborarem com o EI. EFE