Manifestação das centrais sindicais interdita Rua da Consolação em SP

  • Por Agencia Brasil
  • 07/04/2015 12h38

A passeata saiu da Secretaria da Saúde Estadual de São PauloManifestação consolação

Manifestantes em apoio ao Dia Nacional de Luta em Defesa dos Trabalhadores interditam no início da tarde desta terça-feira (7), duas faixas da Rua da Consolação, no sentido centro de São Paulo. Organizadores do ato estimam que mil pessoas estejam presentes. A Polícia Militar calcula que 100 pessoas participem do ato. Os manifestantes pretendem seguir até a Praça da República, no centro da cidade.

A manifestação é formada por centrais sindicais em todo o país, com pauta de reivindicações ampla, que inclui a defesa da democracia, dos direitos trabalhistas, da Petrobras, do combate à corrupção, além das reformas política, agrária e da comunicação. Os manifestantes pedem também para que o Congresso não aprove o projeto de lei que libera a terceirização para todas as atividades das empresas.

Em São Paulo, representantes sindicais destacaram, por hoje ser Dia Mundial da Saúde, questões ligadas ao tema. O protesto teve início em frente à sede da Secretaria Estadual da Saúde, na zona oeste da cidade.