Manifestantes ucranianos permitem saída de policiais cercados em Kiev

  • Por Agencia EFE
  • 26/01/2014 05h09

Kiev, 26 jan (EFE).- Os manifestantes ucranianos que cercaram esta madrugada o edifício da Casa Ucraniana no centro de Kiev, onde se refugiavam cerca de 200 policiais, abriram um corredor humano para permitir a saída dos agentes, após várias horas de tensão.

As duas centenas de policiais deixaram o lugar, levando consigo seus escudos e seus capacetes, através do corredor formado pelos manifestantes.

Antes, o carismático líder do partido UDAR (Golpe), o boxeador Vitali Klitschko, se apresentou no local e explicou aos manifestantes que os policiais refugiados eram jovens recrutas obrigados a obedecer ordens e não membros dos temidos Berkut (destacamentos especiais antidistúrbios), por isso que deviam permitir-lhes sair.

Os opositores haviam quebrado as vidraças do edifício e lançado coquetéis molotov e fogos em seu interior, o que provocou vários incêndios, que foram sufocados com extintores pelos soldados. EFE

io-vh/ma