Marinha italiana confirma que socorreu 1.080 imigrantes

  • Por Agencia EFE
  • 14/07/2014 08h59

Roma, 14 jul (EFE).- A Marinha italiana informou nesta segunda-feira que socorreu ontem 1.080 imigrantes que tentavam chegar em várias embarcações à costa italiana pelo Canal da Sicília (sul).

A marinha militar comunicou estes resgates em seu perfil do Twitter, onde informa habitualmente das operações de salvamento efetuadas no estreito da Sicília.

O governo italiano iniciou o dispositivo de vigilância e socorro Mare Nostrum em outubro passado, depois que 366 pessoas morreram após o naufrágio de sua barca frente à ilha de Lampedusa.

Desde então, as autoridades italianas recuperaram e identificaram 73.690 imigrantes ilegais procedentes do norte do Magreb e da África Subsaaariana que tentavam entrar na União Europeia (UE) pela fronteira sul, segundo informaram em 5 de julho.

Desses quase 74 mil imigrantes, 49.243 foram socorridos pela marinha italiana – deles 37.724 são homens, 5.505 mulheres e 6.014 menores de idade – enquanto para atender o resto dos imigrantes ilegais intervieram também outras forças e corpos de segurança italianos, segundo fontes diplomáticas. EFE