Marinha italiana resgata mais de 600 imigrantes; quatro morreram

  • Por Agencia EFE
  • 01/09/2015 10h02

Roma, 1 set (EFE).- Quatro refugiados morreram e mais de 600 foram resgatados em águas do Mediterrâneo, diante do litoral da Líbia, quando tentavam chegar à Itália, informou nesta terça-feira a Marinha Militar italiana.

Os quatro corpos foram achados nesta manhã em um bote inflável no qual viajavam outros 112 refugiados, que foram resgatados pela embarcação Fulgosi da Marinha Militar, embora ainda não haja informações sobre as causas do falecimento.

A mesma embarcação recuperou outros 109 imigrantes que estavam a bordo de outro bote inflável à deriva.

Além disso, nas últimas 24 horas, o navio Dignity I dos Médicos Sem Fronteiras recuperou 471 imigrantes em cinco operações diferentes.

Pelo menos 2.373 imigrantes morreram neste ano na tentativa de alcançar o litoral europeu, enquanto no ano passado até setembro tinham falecido 2.081, segundo os últimos dados publicados na terça-feira pela Organização Internacional de Migrações (OIM). EFE