Médicos retiram faca cravada na cabeça de lavrador no interior de São Paulo

  • Por Agencia EFE
  • 07/01/2014 13h40

São Paulo, 7 jan (EFE).- Os médicos de um hospital de Bauru, em São Paulo, informaram nesta terça-feira que conseguiram retirar com sucesso uma faca que tinha penetrado dez centímetros na cabeça de um lavrador, em circunstâncias que ainda não foram esclarecidas.

O lavrador foi levado a um hospital de Bauru na noite de domingo com uma faca cravada em sua cabeça, mas consciente, e chegou a conversar com os policiais que fazem a segurança no centro de saúde.

Segundo o delegado Pinzón, a cargo do caso, em sua primeira declaração, a vítima cometeu algumas contradições e chegou a insinuar que ela mesmo tinha cravado a faca em um suposta tentativa de suicídio, embora tenha dito que não se lembrava bem do que tinha acontencido.

No entanto, a polícia suspeita que a vítima foi agredida, só que até agora não tem pistas sobre ela ou os possíveis autores.

“Ele foi encontrado achado no meio da rua. Caminhava normalmente com a faca cravada na cabeça e pedia socorro. Algumas pessoas o levaram ao hospital”, explicou o porta-voz policial.

Segundo os médicos que o atendem, o homem, de 40 anos e cuja identidade não foi divulgada, passou por uma operação na qual foi retirada a faca e permanece sedado na Unidade de Tratamento Intensivo, onde recebe alimentação através de sonda. EFE

ed/ff