Metroviários podem entrar em greve quarta-feira; Alckmin diz que é “sem sentido”

  • Por Jovem Pan
  • 26/05/2014 18h33

Os metroviários pretendem parar, pelo menos, um dia até a Copa do Mundo de 2014. Existe a possibilidade dessa greve ocorrer na próxima quarta-feira. Os trabalhadores exigem um reajuste salarial de 35,4%. A paralisação dos metroviários pode ser decidida amanhã, após uma assembleia.

No Palácio dos Bandeirantes, o palpite de alguns é de que haverá a greve por pelo menos um dia, mas ninguém tem ideia se realmente vai acontecer. Segundo o governador Geraldo Alckmin, a ameaça de greve do metrô é sem sentido.

“Eu espero que não pare, porque a disposição do governo é sempre do diálogo. Fizemos isso na CPTM (…). Espero que não ocorra porque prejudica a população e não tem sentido fazer greve quando se tem um diálogo com a empresa”, disse o governador.

Na semana passada, os funcionários da CPTM ameaçaram parar, mas o governo fez uma contraproposta e eles desistiram do movimento. No caso do metrô, apenas a linha amarela continuaria funcionando, já que o ramal é privado.