Milhares de colombianos começam a marchar pela paz em diferentes cidades

  • Por Agencia EFE
  • 09/04/2015 15h32

Bogotá, 9 abr (EFE).- Convocados por movimentos de esquerda, milhares de colombianos saíram nesta quinta-feira às ruas em várias cidades do país para expressar o desejo pelo término do conflito árabe.

Na capital, a chamada Marcha pela Paz partiu do Centro Memória, Paz e Reconciliação com o presidente Juan Manuel Santos e o prefeito Gustavo Petro à frente de uma grande coluna.

Santos e Petro acenderam uma vela pela paz que não se apagará até que haja um acordo definitivo na negociação com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) que é realizada em Cuba desde novembro de 2012.

“Uma saudação patriótica, carregada de fraternidade, estendemos desde as montanhas de nosso país e desde Havana, ao universo de marchands homens e mulheres, adultos e idosos, jovens e crianças”, indicaram os negociadores das Farc em comunicado datado em Havana.

A marcha de hoje, convocada por diferentes movimentos de esquerda e assinada por uma ampla categoria de coletivos políticos, chega após a “Caminhada pela paz, pela vida digna e pela democracia” de 12 de setembro, e a “Marcha pela vida” de 8 de março.

Os organizadores mostraram esperança de conseguir cerca de 300 mil participantes das marchas, a metade deles em Bogotá.

No entanto, o número de pessoas que começaram a marchar hoje, dia laboral na Colômbia, era notavelmente menor.

Após a chegada das colunas de cidadãos ao parque Simón Bolívar, será realizado o show “Música e músicos pela paz da Colômbia”, que será liderado pelo cantor panamenho Rubén Blades. EFE

gdl/ff