Milhares de soldados marcham por Pequim em desfile com novos armamentos

  • Por Agencia EFE
  • 03/09/2015 02h58

Pequim, 3 set (EFE).- Sob um céu azul impoluto e um sol radiante, 12.000 soldados chineses e estrangeiros marcham nesta quinta-feira pela principal avenida de Pequim em um desfile militar sem precedentes para comemorar a vitória contra o Japão na Segunda Guerra Mundial e no qual a China revelou novos armamentos.

Um total de 27 formações do Exército Popular de Libertação (ELP) junto a dez formações de helicópteros e aviões participam do evento, que começou esta manhã após um discurso do presidente da China, Xi Jinping, e sua revista às tropas.

Os milhares de convidados localizados em ambos lados da avenida Chang An, que cruza a Praça da Paz Celestial no centro da capital, presenciaram também o desfile de tanques e de novos armamentos.

Veteranos de guerra, com uma média de idade de 90 anos, lideraram a marcha em diferentes veículos, de onde cumprimentaram os líderes chineses, que presenciam o desfile junto a figuras estrangeiras como o presidente russo, Vladimir Putin, o venezuelano Nicolás Maduro e a sul-coreana Park Geun-hye.

No evento militar, o primeiro que a China celebra por ocasião da rendição do Japão na Segunda Guerra Mundial, participam também mil tropas de 17 nações, como Rússia, Afeganistão, Egito, México, Cuba e Venezuela, entre outras. EFE

(foto)