Milionário sem experiência política e partido é novo presidente da Eslováquia

  • Por Agencia EFE
  • 29/03/2014 22h25

Praga, 30 mar (EFE).- O multimilionário Andrej Kiska, presidente eleito neste domingo na Eslováquia, que nunca exerceu um cargo eletivo e não é filiado a nenhum partido, acredita que um chefe de Estado não deve estar vinculado a uma legenda.

Kiska foi CEO e diretor de grandes empresas e fundou companhias na Eslováquia e no exterior. Ele foi dono de duas sociedades financeiras de pagamentos no país, mas depois de 15 anos decidiu se dedicar exclusivamente a filantropia.

Em 2007 criou a sociedade sem fins lucrativos “Dobrý Anjel”, que arrecada fundos para famílias com problemas financeiros por causa do câncer.

Kiska, que se definiu como “o primeiro candidato presidencial independente”, surpreendeu ao vencer com 59,4% dos votos o veterano primeiro-ministro, Robert Fico, em sua primeira aventura política.

O empresário não tem nenhuma experiência política, mas mesmo assim mobilizou em seu favor boa parte do eleitorado de centro-direita, órfão de um candidato com potencial.

O milionário costuma denunciar a corrupção e a falta de competência dos funcionários eslovacos, também o mau funcionamento do judiciário que, segundo ele, leva as empresas à falência.

Um de seus slogans preferidos ao longo da campanha foi “humanizar a Eslováquia”.EFE