Militante do MTST é baleada durante passeata na Grande São Paulo

  • Por Estadão Conteúdo
  • 04/05/2016 14h01
Brasília - Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) invadem o Ministério das Comunicações (José Cruz/Agência Brasil)Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) invadem o Ministério das Comunicações em janeiro (AGBR)

Uma integrante do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) foi baleada, na manhã desta quarta-feira (4), durante passeata do grupo em direção à Prefeitura Municipal de Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. Edilma Aparecida Vieira dos Santos, de 36 anos, foi baleada na barriga.

O coordenador nacional do MTST, Guilherme Boulos, informou que a vítima passa por cirurgia no Pronto-Socorro Municipal de Itapecerica, para onde foi levada após ser alvejada. “Eram cerca de 500 pessoas que caminhavam da Ocupação João Goulart, em Itapecerica, quando um homem passou de carro e atirou”, informou

Na hora, durante a confusão, militantes tomaram nota da placa do carro e informaram a Polícia Militar. O carro, um Corsa, com as placas indicadas, foi localizado instantes depois, ainda em Itapecerica, e o suspeito foi detido. 

A manifestação se dividiu depois do ataque. Integrantes da marcha se deslocaram para a Delegacia Seccional do município, onde o caso está sendo registrado, parte acompanhou Edilma até o hospital e uma terceira frente seguiu a caminhada à sede do Executivo municipal. 

A Polícia Civil ainda está ouvindo o suspeito.