Militar é preso por publicar pornografia infantil na internet

  • Por Agencia EFE
  • 23/03/2015 13h52

Rio de Janeiro, 23 mar (EFE).- Um capitão de corveta da Marinha foi preso por armazenar e publicar no Twitter imagens pornográficas de crianças e adolescentes, de acordo com um comunicado divulgado nesta segunda-feira pela Polícia Federal.

A detenção do oficial, de 40 anos, foi realizada na sexta-feira, durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão para que os investigadores inspecionassem a residência do capitão, no bairro da Ilha do Governador, no Rio de Janeiro.

Os agentes constataram que o capitão de corveta tinha em sua residência “milhares” de arquivos com “imagens de sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes”, detalha a nota.

A polícia já vinha investigando o militar após identificá-lo como o remetente de mensagens no Twitter com anexos de pornografia infantil. A inspeção permitiu confirmar que o oficial transmitiu as imagens para outros países.

“O investigado tinha inclusive seguidores no Twitter que retransmitiam as imagens para a Europa e os Estados Unidos”, afirma o comunicado da Polícia Federal. EFE