Ministro prevê recuperação econômica a partir do segundo semestre de 2016

  • Por Tiago Muniz / Jovem Pan
  • 24/11/2015 11h17

Ministro do PlanejamentoMinistro do Planejamento

O ministro do planejamento, Nelson Barbosa, acredita que a previsão de queda de 1,9% do produto interno bruto (PIB) para 2016 traz embutida uma perspectiva de recuperação a partir do segundo semestre do ano que vem. Barbosa fez questão de lembrar que as projeções estão sujeitas a reavaliações. Ele deu as declarações após abrir um seminário sobre infraestrutura de transportes na manhã desta terça-feira (24), na Zona Sul de São Paulo.

Esta nova previsão para o desempenho da economia está mais alinhada com os resultados previstos pelos analistas consultados pelo Banco Central. Na divulgação do boletim Focus de ontem (23), estava prevista retração de 2,01% do PIB para 2016. Se as previsões se confirmarem, esta será a primeira vez que a economia brasileira vai registrar dois anos seguidos de queda.

“Há uma queda no primeiro e uma recuperação no segundo (semestre). Mas como toda e qualquer projeção, ela está sujeita a revisões. Nós estamos trabalhando para que o crescimento se recupere o mais rápido possível”, afirmou Barbosa.

O ministro citou que fatores como a recuperação do panorama de comércio exterior vão ajudar nessa recuperação. “Você tem uma recuperação de saldo comercial que deve continuar no próximo ano com esse câmbio mais favorável”, disse. Barbosa destacou também a possibilidade de recuperação de investimentos no plano de infraestrutura.