Mogherini espera “combater as raízes” do drama migratório com Ban Ki-moon

  • Por Agencia EFE
  • 26/05/2015 13h47

Bruxelas, 26 mai (EFE).- A chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, anunciou nesta terça-feira que debaterá sobre a necessidade de “combater as raízes” do drama migratório junto ao secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, e os ministros de Desenvolvimento dos Estados-membros da União Europeia (UE).

“É preciso resolver os problemas a partir da raiz” e trabalhar para que “os cidadãos africanos possam enfrentar melhor o presente e o futuro”, ressaltou ela na entrada do Conselho de ministros de Desenvolvimento da UE, realizado hoje em Bruxelas.

Ban Ki-moon jantará com a chefe da diplomacia europeia e os ministros dos 28 Estados-membros para pôr em cima da mesa temas como “o vínculo entre o desenvolvimento, a cooperação e a imigração”, disse Federica.

A alta representante também expressou sua confiança em “sair deste Conselho com compromissos europeus comuns” em matéria de financiamento de ajuda ao desenvolvimento.

“Temos que desenvolver as oportunidades econômicas e sociais na África” para atalhar o problema “de raiz”, algo que se conseguiria “investindo mais na luta contra a pobreza”, acrescentou.

Sobre a proposta de agenda europeia de desenvolvimento para pós 2015, a alta representante considerou que “embora não seja perfeita, representa um enorme passo adiante porque introduz o princípio de solidariedade”.

Os ministros da UE analisarão hoje as diferentes vias para financiar o desenvolvimento a partir de 2015 e os sistemas de segurança que permitam aos países-membros tramitar suas próprias crises. Além disso, farão um acompanhamento das conclusões adotadas na cúpula europeia extraordinária em 23 de abril em matéria de imigração e estudarão como melhorar a proteção dos direitos das mulheres. EFE

mvg/cdr