Monte Aso, um dos maiores vulcões japoneses, entra em erupção

  • Por Agencia EFE
  • 14/09/2015 06h01

Tóquio, 14 set (EFE).- O monte Aso, o vulcão ativo mais extenso do Japão, situado em uma região pouco habitada a sudoeste do país, entrou nesta segunda-feira em erupção e causou a evacuação de 30 pessoas e o desvio de vários voos, informaram as autoridades locais.

O vulcão começou a cuspir fumaça e cinzas por volta das 9h43 (horário local, 21h43 de domingo em Brasília), segundo a Agência Meteorológica Japonesa (JMA), que declarou o nível 3 de alerta e recomendou que ninguém se aproxime a um raio de dois quilômetros.

Trinta pessoas, entre praticantes de caminhada e funcionários dos serviços de restauração e transporte da região do monte Aso, foram retiradas pelas autoridades locais, segundo informou a emissora estatal “NHK”.

A JMA adverte do risco de queda de rochas lançadas pelo vulcão e das emanações de gases tóxicos, embora, por enquanto, não tenha havido feridos nem danos destacáveis, segundo o mesmo meio.

Situado na cidade de Kumamoto (ilha de Kyushu, sudoeste do Japão) cerca de 1.000 quilômetros a sudoeste de Tóquio, o monte Asso conta com cinco picos, uma altura máxima de 1.592 metros de altura e uma caldeira que o transformam no vulcão ativo mais extenso do Japão e em um dos maiores do mundo. EFE