Morre, aos 60 anos, o publicitário Paulo Salles

  • Por Estadão Conteúdo
  • 13/05/2016 10h53
Divulgação Paulo Salles

O publicitário Paulo Salles, filho de Mauro Salles, um dos fundadores da agência brasileira Salles Interamericana (criada em 1966, como Mauro Salles Publicidade), morreu, na última quarta-feira (11), aos 60 anos. Paulo começou a carreira nos anos 1970 e exerceu diversos cargos na estrutura da Salles. 

O sobrenome da família sobreviveu às diversas fusões pelas quais o negócio passou e está ainda hoje presente na agência batizada Publicis Salles Chemistri. 

Entre 2002 e 2008, Paulo Salles foi presidente do grupo francês Publicis na América Latina. Após deixar o dia a dia da empresa, atuou em projetos da companhia por mais quatro anos. Desde 2011, comandava a própria empresa de investimentos.

Em nota divulgada na quinta-feira passada (12), o presidente do conselho da Publicis no Brasil, Paulo Giovanni, afirmou que o grupo “lamenta profundamente a morte de Paulo Salles, um dos maiores expoentes da publicidade brasileira e nome intrinsicamente ligado à história da rede no País”. 

“Como CEO da Publicis na América Latina, Paulo se dedicou incansavelmente à construção de uma empresa ética e extremamente comprometida com o crescimento do mercado”, afirmou Giovanni.

Hugo Rodrigues, presidente da Publicis Brasil, também divulgou nota sobre o falecimento: “Paulo Salles sempre foi um exemplo pessoal e profissional para mim. Generoso, inteligente e cativante, era extremamente querido e admirado por clientes e colaboradores. Se hoje temos um mercado forte e globalizado, devemos muito a ele. Perdi um grande amigo e uma das minhas principais referências.”