Morre um dos últimos britânicos que decifraram códigos nazistas

  • Por Agencia EFE
  • 27/03/2014 10h23

Londres, 27 mar (EFE).- Um dos últimos sobreviventes britânicos que decifraram os códigos utilizados pelos nazistas na Segunda Guerra Mundial morreu aos 93 anos na Inglaterra, informou nesta quinta-feira a imprensa local.

O capitão Raymond “Jerry” Roberts, morto na terça-feira, fez parte de um grupo que decifrou códigos na instalação militar de Bletchley Park, nos arredores de Londres, um lugar muito conhecido por ter sido onde foi construído o computador Colossus, que permitiu quebrar os códigos da máquina alemã Enigma.

Roberts foi um dos membros da unidade chamada Testery, que trabalhou em Bletchley entre 1941 e 1945.

O trabalho de “Jerry” Roberts foi reconhecido em 2013, quando a rainha Elizabeth II o condecorou com a medalha de Membro do Império Britânico. EFE