“Morreu dando a vida para outro”, diz viúva de vendedor ambulante

  • Por Agência Brasil
  • 28/12/2016 20h52
Vendedor ambulante foi espancado por dois homens na noite do último domingo

A viúva do vendedor ambulante Luiz Carlos Ruas, Maria Souza Santos, compareceu nesta quarta-feira à Delegacia de Polícia do Metropolitano (Delpom). O suspeito de praticar o assassinato, Ricardo Martins do Nascimento, de 21 anos, foi preso e 14 testemunhas, incluindo duas travestis e um funcionário da bilheteria do metrô, foram convocadas para fazer o reconhecimento.

“Foi um abalo total. Ele era maravilhoso, tanto que morreu dando a vida para o outro”, disse a viúva.

“Quero que ele (Ricardo) pague pelo que fez. Tem uma família chorando, ele me deixou sozinha no mundo. Ele (Ruas) não merecia morrer do jeito que ele morreu, o rosto dele estava todo estourado, eu não tive coragem de ver”, lamentou. “Eu quero perguntar para o cara (Ricardo) porque ele fez isso com uma pessoa tão boa”, disse.

A irmã da vítima, Maria de Fátima Ruas, disse que o irmão estava trabalhando no domingo de Natal para pagar o imposto do carro, que estava retido. “Eu não estou aguentando, não estou suportando de dor, meu coração está sangrando. Vamos fazer justiça”, disse.