Movimento Pegida convoca manifestação islamofóbica em Oslo

  • Por Agencia EFE
  • 07/01/2015 11h48

Copenhague, 7 jan (EFE).- O movimento “Patriotas europeus contra a islamização do Ocidente” (Pegida), que organizou diversas manifestações nas últimas semanas na Alemanha, convocou uma concentração em Oslo para a próxima segunda-feira.

O Pegida, criado há pouco mais de uma semana, anunciou nesta quarta-feira em sua página no Facebook a nova convocação, feita horas antes do atentado em Paris contra a redação da revista satírica “Charlie Hebdo”.

O grupo, que conta com cerca de mil seguidores na rede social, diz ser “um movimento de protesto que, com um fundamento humanista, se manifesta contra a imigração muçulmana e a influência do Islã”.

Aproximadamente 18 mil seguidores da Pegida saíram há dois dias às ruas em Dresden (leste da Alemanha) para reivindicar uma lei de asilo mais restritiva e defender suas raízes judeu-cristãs, marcando um novo recorde de participação nas convocações organizadas a cada segunda-feira, há mais de dois meses.

O ultradireitista norueguês Anders Behring Breivik protagonizou em julho de 2011 um duplo atentado terrorista, que terminou com 77 mortes, em protesto contra o multiculturalismo e a crescente islamização do país, segundo sua opinião.

Breivik explodiu um caminhão-bomba no complexo governamental de Oslo e depois seguiu para a ilha de Utoeya, ao oeste da capital, onde cometeu um massacre no acampamento anual das Juventudes Trabalhistas.

Uma coalizão entre o Partido Conservador e o ultranacionalista Partido do Progresso, de corte xenofóbica, governa há mais de um ano a Noruega, onde se endureceram as políticas de reagrupamento familiar e de asilo para estrangeiros. EFE