MP apura redução de velocidade nas marginais de São Paulo

  • Por Ministério Público
  • 20/07/2015 18h57
SÃO PAULO,SP,20.07.2015:TRÂNSITO-SP - Trânsito na Marginal Tietê, sentido Castelo Branco, visto da ponte da Vila Guilherme, em São Paulo (SP), na manhã desta segunda-feira (20). Os novos limites de velocidade passam a valer a partir de hoje nas marginais dos rios Tietê e Pinheiros. Dezoito pontos com radares vão fiscalizar a aplicação dos novos limites de velocidade ao longo dos 90 km de extensão das duas marginais, considerados os dois sentidos. (Foto: Rogerio Cavalheiro/Futura Press/Folhapress) Futura Press/Folhapress Marginal Tietê

A Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo da capital instaurou inquérito civil para apurar a redução da velocidade nas marginais do Tietê e do Pinheiros,  medida que passou a vigorar nesta segunda-feira (20/7).

No inquérito civil, instaurado no último dia 16 de julho, a Promotoria expediu ofício à Secretaria Municipal de Transportes solicitando o encaminhamento dos estudos prévios realizados acerca do impacto da redução de velocidade nas marginais, tanto em relação a acidentes de trânsito quanto ao congestionamento de veículos, além de esclarecimentos sobre os estudos realizados para a fixação da  velocidade máxima adequada naquelas vias. A Secretaria Municipal de Transportes tem prazo de 15 dias para responder.

Na tarde da próxima quarta-feira, o Promotor de Justiça Marcus Vinícius Monteiro dos Santos fará uma reunião na Promotoria com o Diretor de Planejamento e o Diretor de Operações da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) para que os técnicos forneçam informações sobre a medida adotada.