MPL divulga trajeto de 5º ato em SP, mas secretaria rejeita caminho proposto

  • Por Agência Estado
  • 21/01/2016 17h20
São Paulo - Movimento Passe Livre protesta contra aumento de tarifas do transporte (Rovena Rosa/Agência Brasil)Manifestação

O Movimento Passe Livre (MPL) divulgou na tarde desta quinta-feira (21) o trajeto do 5º ato que será realizado a partir das 17 horas na capital paulista. A Secretaria da Segurança Pública (SSP), no entanto, rejeitou o caminho apresentado pelo MPL porque outro protesto está sendo realizado nos locais informados pelo movimento.

Segundo a proposta do MPL, o ato partiria do Terminal Parque Dom Pedro, na região central de São Paulo, e chegaria à Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). Do terminal, os manifestantes seguiriam pela Rua General Carneiro e Rua Boa Vista, até chegar à Secretaria Municipal de Transportes.

De lá, pegariam a Libero Badaró e o Viaduto do Chá, chegariam à Praça Ramos de Azevedo, pegariam a Rua Conselheiro Crispiniano, a Avenida São João, a Avenida Ipiranga, a Avenida São Luis e chegariam à Câmara Municipal de São Paulo. Depois, seguiriam pela Rua Asdrúbal do Nascimento e pela Avenida 23 de maio, até chegar à Assembleia Legislativa de São Paulo.

Segundo a SSP, entretanto, o caminho proposto pelo MPL não será possível “porque há outro protesto que está sendo realizado no Viaduto do Chá, na Câmara Municipal e na Avenida 23 de Maio, pelos motoristas de vans escolares”.

A Secretaria diz ainda que “diante disso, o trajeto possível a ser realizado será: Terminal Parque Dom Pedro, Rua General Carneiro, Rua Boa Vista, Rua Líbero Badaró, Vale do Anhangabaú, Avenida São João, Avenida Ipiranga e Praça da República”.

De acordo com a SSP, a alteração é necessária, “uma vez que a Constituição Federal não autoriza que manifestação posterior frustre outra reunião anteriormente convocada para os mesmos locais”.