Acordo entre Mercosul e União Europeia deve ser selado em breve, afirma ministro paraguaio

  • Por Jovem Pan
  • 30/10/2018 14h12 - Atualizado em 30/10/2018 14h13
Reprodução/TwitterMinistro paraguaio acredita que negociações acabem em breve

O ministro das Relações Exteriores do Paraguai, Luis Alberto Castiglioni, afirmou na segunda-feira (30) que o acordo comercial entre Mercosul e União Europeia deve ser selado em breve. Segundo ele, as últimas decisões técnicas da América do Sul já teriam sido aceitas pelos europeus.

Há duas semanas, chanceleres se reuniram em Montevidéu, no Uruguai, para o que Castiglioni chamou de “movimentos muito importantes” que trouxeram bons resultados. “Estamos muito otimistas de que podemos ter respostas que nos permitem pensar em um acordo a curto prazo.”

Cerca de “dois terços” das propostas sul-americanas já foram “plenamente respondidas” pela União Europeia, que ainda vai fazer reuniões para acertar detalhes. Assim, os próximos encontros devem incluir os chefes de governo. A expectativa é que a parceria seja firmada até março de 2019

“Esse acordo é importante para os dois blocos e também uma mensagem em que os dois grandes espaços, o Mercosul e a União Europeia, estão dizendo ao mundo que esse é o caminho. Esse é o modelo que vai nos levar a um futuro em que poderemos prosperar como um todo”, destacou.

O Mercosul e a União Europeia negociam desde 1999 um acordo amplo de associação, que inclui o tratado de livre comércio. As negociações ficaram paradas entre 2004 e 2010 e só foram retomadas há dois anos pelos países que integram os grupos.

*Com informações da Agência EFE