Acordos comerciais têm sido ruins para os EUA, mas vamos mudar isso, diz Trump

  • Por Estadão Conteúdo
  • 18/05/2018 15h13
EFE/Michael ReynoldsSegundo o presidente norte-americano, esses pactos são prejudiciais, mas o governo já trabalha para mudar esse quadro
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a reclamar nesta sexta-feira (18) de acordos comerciais anteriormente firmados por seu país. Segundo ele, esses pactos são prejudiciais, mas seu governo trabalha agora para mudar esse quadro. “Estamos negociando agora com a China”, lembrou, na semana em que uma delegação de Pequim está em Washington para discutir as diferenças comerciais.

Trump tratou do assunto brevemente, durante um discurso sobre a reforma prisional nos EUA e a necessidade de que os ex-presos tenham capacitação e oportunidades para entrar no mercado de trabalho. O presidente disse que há um estigma muito forte em relação aos ex-presidiários, mas muitos deles, quando conseguem uma chance, mostram-se grandes funcionários.

Em sua fala, Trump também disse que seu governo “monitora de perto” as notícias sobre o ataque a tiros ocorrido em uma escola no Texas e lamentou a “terrível perda de vidas”. Segundo autoridades locais, há ao menos oito mortes confirmadas no episódio.