Coronavírus: África recebe um milhão de itens médicos da ONU

  • Por Jovem Pan
  • 14/04/2020 11h50
Alex Plavevski/EFEO objetivo é arrecadar US$ 350 milhões, cerca de R$ 1,8 bilhão, para atender aos planos de envio de remessas

Um avião com 1 milhão de máscaras e outros equipamentos médicos que serão utilizados para o tratamento de 30 mil potenciais pacientes de coronavírus, desembarcou nesta terça-feira (14) em Adis Abeba, capital da Etiópia.

O envio do material faz parte de um plano da Organização das Nações Unidas (ONU) para transportar artigos de proteção para todo o planeta. A remessa, além da Etiópia, é destinada também a Djibuti, Eritreia, Somália, Sudão e Tanzânia, de acordo com a representante da organização.

A aeronave partiu de Dubai, nos Emirados Árabes, e pousou em Adis Abeba levando também viseiras, óculos de proteção, luvas, aparelhos de ventilação para pacientes críticos, explicou a porta-voz do Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (PMA/ONU), Elisabeth Byrs, em entrevista coletiva concedida em Genebra, na Suíça.

A expectativa é que programa da ONU permitirá o transporte mensal de, pelo menos, 100 milhões de máscaras e luvas, 25 milhões de respiradores, trajes e viseiras de proteção, além de 2,5 milhões de testes de diagnóstico.

O objetivo é arrecadar US$ 350 milhões, cerca de R$ 1,8 bilhão, para atender aos planos de envio de remessas, mas até o momento só foram obtidos US$ 84 milhões.

*Com informações da EFE