Covid-19: Consumo de álcool adulterado para combater doença deixa 20 mortos na Turquia

  • Por Jovem Pan
  • 20/03/2020 07h19 - Atualizado em 20/03/2020 07h20
EFE/EPA/VASSIL DONEVOnze pessoas foram presas por vender o produto em supermercados e salões de cabeleireiro nos bairros afetados

Pelo menos 20 pessoas morreram e outras 34 foram hospitalizadas em Istambul, na Turquia, por consumirem álcool adulterado após falsos rumores de que ele iria proteger contra o novo coronavírus, informou nesta sexta-feira o jornal turco “Milliyet”.

Os afetados são Turquemenistão. Eles consumiram álcool marinado com ervas para “se protegerem contra o vírus”, explicou um deles à polícia, que iniciou uma investigação para detectar o aumento de intoxicações.

Eles consumiram álcool metílico, que pode ser usado como anticongelante ou solvente, acreditando que era um tipo de licor consumido no Turquemenistão para se proteger de doenças infecciosas.

A mídia turca recomendou erradamente o consumo de bebidas alcoólicas e alimentos como alho, iogurte ou melaço para combater a Covid-19. Onze pessoas foram presas por vender o produto em supermercados e salões de cabeleireiro nos bairros afetados.

O número oficial de pessoas infectadas com coronavírus chegou hoje a 359, que são 70 a mais de uma semana atrás. Quatro mortes foram registradas no país.

O governo fechou mesquitas, bares, clubes, academias e alguns restaurantes até nova ordem, em uma tentativa de conter as infecções. As aulas em escolas e universidades também foram suspensas e as mesquitas fechadas para as orações de sexta-feira (20).

*Com informações da EFE