Alemanha: impedir acordo UE/Mercosul não ajuda a reduzir queimadas na Amazônia

  • Por Jovem Pan
  • 24/08/2019 11h08
EFE/Hayoung JeonA chanceler da Alemanha, Angela Merkel

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse neste sábado (24) que, embora compartilhe da preocupação do presidente da França, Emmanuel Macron, sobre os incêndios na Amazônia, impedir um acordo comercial entre a União Europeia e o Mercosul não ajudará a reduzir a destruição da floresta.

Segundo e-mail do governo Merkel, o acordo possui uma declaração de comércio que “inclui um ambicioso capítulo de sustentabilidade com regras vinculativas sobre proteção, em que ambos os lados se comprometeram a implementar em um acordo sobre o clima”. “A não-conclusão (do acordo) é, portanto, do nosso ponto de vista, uma resposta não apropriada ao que está acontecendo atualmente no Brasil”, concluiu.

Nesta sexta-feira (23), ao chegar para a reunião das sete economias mais fortes do mundo (G7), Emmanuel Macron ameaçou bloquear o acordo recentemente acordado. A Irlanda endossou a ameaça.

*Com Estadão Conteúdo