Após ataques coordenados, governo do Sri Lanka bloqueia Facebook e Instagram

  • Por Jovem Pan
  • 21/04/2019 11h58
Reprodução/TOI

Após diversos ataques deixarem 207 mortos e 470 feridos em hotéis de luxo e igrejas, o governo de Sri Lanka determinou o bloqueio do uso do Facebook e do Instagram até as forças de segurança terminarem as investigações.

A possibilidade de que interpretações equivocadas online gerem ainda mais violência tem sido uma das preocupações das autoridades do país. O The Guardian informou que ministros estão entre aqueles que alertam para os riscos de o público fomentar ataques nas redes sociais e culpar indivíduos e comunidades.

Sanjana Hattotuwa, um pesquisador do Centro de Políticas Alternativas, que estuda mídia social em Sri Lanka, disse que essa preocupação está mais aguda depois que o comportamento nas redes sociais impulsionaram violência pelo país no ano passado.

Ele disse que há demasiada preocupação. “A efetividade, claro, eu não posso dizer…A situação é muito frágil. O que nós achamos é que as comunidades estão sendo alvos de ações de indivíduos. Dado que agora está no domínio público que esses homens-bomba estão envolvidos, uma comunidade em particular vai virar um alvo.