Após desistir de negociações, Trump diz que teve conversas ‘muito substanciais’ com Kim Jong-Un

  • Por Jovem Pan
  • 01/03/2019 11h00 - Atualizado em 01/03/2019 11h00
EFEPresidente dos EUA fez a declaração nesta sexta (28), já em Washington, aproveitando para reiterar que mantém um relacionamento "muito bom" com ditador

Depois de participar de uma cúpula com o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, Donald Trump disse que teve negociações “muito substanciais” no encontro acontecido em Hanói, capital do Vietnã, na última quarta.

O presidente dos EUA fez a declaração nesta sexta (28), já em Washington, aproveitando para reiterar que mantém um relacionamento “muito bom com” Kim.

Nesta quinta, no entanto,Trump havia determinado o fim das tratativas para desnuclearizar a península comandada pelo regime do comunista. O ditador norte-coreano ofereceu desmantelar o complexo nuclear de Yongbyon em troca do fim das sanções impostas pela Casa Branca ao país, o que não foi aceito pelos americanos.

“Sabemos o que eles (a Coreia do Norte) querem e eles sabem o que devemos ter”, disse Trump hoje, em sua conta oficial no Twitter. “Vamos ver o que acontece,” acrescentou.