Após pagar fiança, ex-diretor da Nissan Greg Kelly é libertado no Japão

  • Por Jovem Pan
  • 25/12/2018 13h06
EFEExecutivo estava preso há cerca de um mês

O ex-diretor da Nissan Greg Kelly foi libertado nesta terça-feira (25) após pagar fiança de 70 milhões de yuans – cerca de R$ 2,5 milhões. Auxiliar do brasileiro Carlos Ghosn, o executivo estava preso há um mês no Japão.

Kelly é acusado de subfaturar o salário de Ghosn, que teria enriquecido ilicitamente. Ambos alegam inocência. A fiança foi determinada estabelecida neste domingo por um Tribunal de Justiça de Tóquio.

O tribunal também fixou condições para a libertação de Kelly, que está proibido de viajar para fora do Japão, a menos que receba a permissão, e também de se encontrar com pessoas envolvidas no caso.

*Com informações do Estadão Conteúdo