Após tentativa de ataque, Arábia Saudita executa 37 acusados de terrorismo

  • Por Jovem Pan
  • 23/04/2019 11h18
EFEJamal Khashoggi foi visto entrando no consulado pelas câmeras, mas jamais saiu

De acordo com autoridades da Arábia Saudita, 37 pessoas acusadas de “terrorismo” foram executadas, dois dias depois de um ataque frustrado reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI) ao norte da capital Riad.

O Ministério do Interior saudita anunciou em comunicado difundido pela agência “SPA” que as execuções aconteceram depois que o Tribunal de Apelação, o Tribunal Supremo e um decreto real confirmaram as penas contra os condenados.

Em 2018, as autoridades sauditas executaram 149 presos, três a mais que em relação ao ano anterior, apesar das promessas do príncipe herdeiro saudita, Mohammed bin Salman, de “minimizar” a pena capital no reino sunita.

*Com Agência EFE