Argentina: juiz pede prisão preventiva de Cristina Kirchner por receber propina

  • Por Jovem Pan
  • 17/09/2018 18h06
EFETambém tiveram prisão decretada alguns ex-integrantes do seu governo

A ex-presidente da Argentina e senadora Cristina Kirchner teve prisão preventiva decretada nesta segunda-feira (17) pelo juiz federal Claudio Bonadio. Também tiveram prisão decretada alguns ex-integrantes do seu governo e empresários suspeitos de envolvimento em um esquema de propina e formação de quadrilha.

O processo ganhou o apelido de “cadernos de corrupção”, porque as investigações identificaram várias anotações
que sugerem irregularidades em obras públicas realizadas nos mandatos de Cristina e do marido já morto, Néstor.

Com foro privilegiado, a senadora só poderá ser detida se dois terços dos senadores aprovarem a perda de imunidade. Ainda não há data para essa votação ocorrer.

Com informações de Estadão Conteúdo e EFE