Ataque perto de base aérea dos EUA no Afeganistão deixa um morto e 60 feridos

  • Por Jovem Pan
  • 11/12/2019 10h31
EFEExplosão acontece logo após o Talibã e os EUA retomarem, no último sábado (7), as negociações de paz no Catar

Uma mulher morreu e outras 60 pessoas ficaram feridos, nesta quarta-feira (11), em um ataque com pelo menos um carro-bomba no Afeganistão. A explosão aconteceu perto da base militar dos Estados Unidos em Bagram, a maior no país.

“A explosão foi muito forte. Destruiu e danificou várias casas de pessoas humildes em vilas próximas. Cerca de 60 civis, incluindo mulheres e crianças, ficaram feridos e levados para diferentes hospitais. Uma mulher morreu”, disse o governador do distrito de Bagram, Shukoor Qudusi.

De acordo com o ele, “após a primeira grande explosão, mais duas ocorreram, relativamente pequenas” e acrescentou que “um dos veículos dos terroristas foi interceptado pelas forças de segurança, no qual foi encontrado apenas equipamentos militares”.

O ataque à base de Bagram, localizada na província de Parwan, a menos de 100 quilômetros de Cabul, começou por volta das 6h (horário local).

Por enquanto, as forças de segurança ainda tentam limpar a área. “O local do ataque ainda está isolado pelas forças estrangeiras e a área ainda não foi limpa”, disse o porta-voz da polícia de Parwan, Saleem Noori, acrescentando que estão “coletando detalhes sobre os danos e vítimas do carro-bomba”.

A missão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão confirmou que não houve vítimas entre suas tropas no “ataque ao aeroporto de Bagram nesta manhã, contra um hospital em construção para a população local”.

O ataque, cuja autoria ainda é desconhecida, ocorreu logo após o Talibã e os EUA retomarem, no último sábado (7), as negociações de paz em Doha (Catar), suspensas abruptamente há três meses pelo presidente americano, Donald Trump, após um ataque em Cabul no qual soldado americano morreu.

*Com informações da Agência EFE