Covid-19: Áustria reabrirá comércios e reduzirá quarentena gradualmente

  • Por Jovem Pan
  • 06/04/2020 10h12
EFE/ Rayner Peña RO país teve 12 mil infecções e 220 mortes, mas já está na chamada tendência de baixa dos novos contágios

O governo da Áustria apresentou nesta segunda-feira (6) um plano para reduzir de forma escalonada as restrições impostas para evitar a propagação do novo coronavírus no país, em que está prevista para a próxima semana a reabertura de pequenos estabelecimentos comerciais.

As lojas com menos de 400 metros quadrados serão as primeiras que poderão retomar as atividades, a partir de 14 de abril. Todas, no entanto, terão que adotar medidas adicionais de desinfecção, limitar o número de clientes simultâneos e exigir uso de máscaras no inferior.

O restante do comércio, caso a situação siga controlada, poderá voltar a funcionar em 1º de maio. Restaurantes, hotéis e outros serviços, como cabelereiros, poderão voltar a funcionar, segundo o plano, no meio do próximo mês.

Na Áustria, desde 16 de março, apenas os estabelecimentos considerados essenciais, no caso, supermercados e farmácias, podem seguir abertos. Restaurantes, com adoção de medidas de higiene, puderam seguir trabalhando por meio de serviço de entregas.

Em quatro semanas desde o primeiro caso, o país teve 12 mil infecções e 220 mortes, mas já está na chamada tendência de baixa dos novos contágios.

O governo, além disso, autoriza que as pessoas saiam de casa apenas para realizar atividades físicas ou dar pequenos passeios, individualmente ou com alguém com quem moram. As aulas seguem suspensas, pelo menos até o fim de abril.

*Com informações da EFE