Bolívia quebra novamente o recorde de novos casos de Covid-19

Neste sábado, foram registrados 1.452 infecções; presidente interina do país, Jeanine Áñez, e a presidente do Parlamento boliviano, Eva Copa, sofrem com a doença

  • Por Jovem Pan
  • 12/07/2020 13h29 - Atualizado em 12/07/2020 13h31
EFE/Juan Carlos TorrejonEntre sexta e sábado, foram confirmadas 64 mortes por Covid-19, chegando a 1.702 vítimas no país

A Bolívia continua a quebrar recordes diários de casos do novo coronavírus, agora com 1.452 confirmados nas últimas 24 horas, em um momento em que a doença afeta cada vez mais membros do governo interino e do Parlamento do país.

O último relatório divulgado neste sábado, 11, pelo Ministério da Saúde mostra que foram registrados mais de 1,45 mil casos em um único dia,. A curva de contágio indica uma tendência crescente no país, que tem 45.565 casos no total.

Entre sexta e sábado, foram confirmadas 64 mortes por Covid-19, chegando a 1.702 vítimas no país, de acordo com dados oficiais.

Esses números colocam a Bolívia entre os países mais afetados no mundo pela pandemia, de acordo com estudos publicados pela Universidade John Hopkins, dos Estados Unidos..

A presidente interina do país, Jeanine Áñez, e a presidente do Parlamento boliviano, Eva Copa, sofrem com a doença, por isso estão isoladas em suas residências, mesmo trabalhando normalmente. Pelo menos três membros do gabinete ministerial de Áñez também estão infectados e o ministro interino da Defesa, Luis Fernando López, militar de profissão, assumiu temporariamente a pasta da Saúde em meio à pandemia.

O Parlamento tem vários legisladores infectados, além da senadora Copa, e uma vítima com suspeita da doença.

* Com EFE