Cachorro testa positivo para coronavírus em Hong Kong

  • Por Jovem Pan
  • 02/03/2020 13h45 - Atualizado em 02/03/2020 13h49
Segundo a Organização Mundial da Saúde Animal, o potencial zoológico do vírus ainda é desconhecido

A Organização Mundial da Saúde Animal confirmou nesta segunda-feira (2) que um cachorro foi diagnosticado com Covid-19, a doença provocada pelo coronavírus, em Hong Kong. De acordo com as informações, o cão foi colocado em quarentena no dia 26 de fevereiro — depois que o dono foi internado em um hospital com a doença.

Além de exames veterinários, foram colhidas amostras de secreção do animal. As orais e nasais deram positivo para o novo coronavírus, denominado oficialmente SARS-CoV-2. O cachorro, no entanto, não demonstrou qualquer sinal físico da infecção.

De acordo com a OIE, os mamíferos que tiverem contato com humanos diagnosticados com a Covid-19 deverão ficar em quarentena e sob a observação de veterinários por 14 dias.

Ainda segundo a Organização Mundial da Saúde Animal, o potencial zoológico do vírus ainda é desconhecido.

*Com informações da EFE